É possível se formar na Argentina e trabalhar na Espanha?

Sim, é possível!

Para muitos profissionais capacitados na Argentina, a Espanha é uma das melhores opções para realizar residências médicas, graças ao seu excelente sistema de saúde. Muitos estudantes de Medicina graduados no país hermano optam por realizar suas residências na Espanha, já que seus diplomas têm validade em toda a União Europeia. 

Se você já decidiu iniciar sua carreira médica na Argentina, provavelmente já está pensando onde poderá realizar sua residência e em que se especializar. A primeira coisa que você precisa saber é que, para iniciar uma residência em qualquer hospital do mundo, você precisa fazer uma prova. Isso permitirá que você tenha o cargo de Médico Interno Residente em hospital e, dessa forma, poderá se especializar na área médica de sua escolha.

REQUISITOS PARA FAZER RESIDÊNCIA NA ESPANHA

Se você já decidiu fazer sua residência na Espanha, você precisa saber claramente quais são os requisitos a serem cumpridos e como fazer isso. Saiba que nós, da TFA e da TFS, oferecemos total assessoria a cada passo do processo e nos encarregamos de todos os trâmites para que os seus planos se concretizem da maneira mais rápida e fácil possível.

HOMOLOGAÇÃO DO TÍTULO 

Esse é o primeiro requisito e também o mais importante e trabalhoso já que, em muitos casos, é um processo lento e complexo que pode levar até seis meses. Nesta etapa, um técnico do Ministério da Educação irá examinar seu plano de estudos e as assinaturas do seu comprovante de Graduação. Tudo deve estar devidamente detalhado, a fim de certificar que o diploma cumpre com os mesmos requisitos do título de Medicina da Espanha.

VISTO E CARTEIRA DO ESTUDANTE

Para solicitar o visto, você deverá cumprir uma série de requisitos, incluindo entrega de documentos como: diploma em Medicina e Cirurgia, passaporte com vigência para todo o período, seguro médico, comprovação de orçamento financeiro suficiente para todo o período em que você estiver na Espanha, além de outros documentos.

Na Time For Argentina e na Time For Spain, damos total assessoria durante todo o processo e ajudamos  você a cumprir todos os requisitos necessários para conseguir o visto para a Espanha de maneira rápida e eficaz.

INSCRIÇÃO E APRESENTAÇÃO DO EXAME MIR (MÉDICO INTERNO RESIDENTE)

Para iniciar a residência, você deve fazer um exame de 225 perguntas com respostas de múltipla escolha que deve ser concluído em no máximo 5 horas. Cada pergunta respondida corretamente vale +3 pontos e cada resposta errada equivale a -1 ponto.

Os que conseguirem as pontuações mais altas poderão escolher a especialidade e o Hospital onde será realizado o MIR.

As inscrições das provas de Formação Sanitária Especializada acontecem, geralmente, na segunda quinzena de setembro de cada ano. Nessa etapa, devem ser apresentados os seguintes documentos: Modelo 790 de solicitação, pagamento de taxas correspondentes, título homologado, passaporte e permissão de residência, que deverá ser expedida previamente pelo consulado Espanhol.

Como graduado estrangeiro, as possibilidades de obter uma vaga são muito limitadas já que, por ano, somente 4% do número de vagas é dedicado exclusivamente a estrangeiros. Preparar-se para esse exame exige muita disciplina e dedicação. A situação é diferente para estudantes estrangeiros com cidadania europeia.

CERTIFICADO DE IDIOMA

Para poder ingressar em uma residência, os aspirantes de outros países cuja língua oficial não seja o castelhano deverão apresentar um certificado de nível avançado de espanhol (C1- C2) expedido pelo Instituto Cervantes ou um certificado especializado que corresponda ao referido nível do idioma.

Na Espanha, a especialização varia de 4 a 5 anos. Todos os residentes começam na mesma semana e terminam na mesma semana – nesse ponto não há muita flexibilidade.

VANTAGENS DE FAZER RESIDÊNCIAS MÉDICAS NA ESPANHA

JORNADA DE TRABALHO

Uma das vantagens de realizar uma especialização médica na Espanha são as condições de trabalho e da residência, já que os médicos assinam um contrato com o Estado cuja remuneração é de mais ou menos €2.500 a €3.000 euros mensais, com uma jornada de trabalho de 35 horas semanais regulares, 22 dias de férias e dias livres pré-determinados (à parte dos dias de férias).

CRESCIMENTO PROFISSIONAL

Optar por uma residência médica na Espanha lhe oferecerá a possibilidade de aprender a tratar patologias de diferentes maneiras. Fazer residência no país Europeu abrirá a sua mente e preparará você profissional e pessoalmente para exercer sua especialidade da melhor maneira possível.

QUALIDADE DA SEGURANÇA SOCIAL NA ESPANHA

A segurança social na Espanha é conhecida pelo seu alto nível. O sistema lhe oferece muitas ferramentas de diagnóstico de primeira linha para tratar pacientes e agilizar seus tratamentos.

Da mesma maneira, o programa de residência é completo e organizado a nível nacional, com certos ajustes locais. O tutor escolhido irá lhe assessorar e acompanhar durante toda a sua estadia, além de garantir que você possa aproveitar sua residência ao máximo. O programa de residência médica na Espanha também lhe dá a possibilidade de trabalhar em centros de referência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo