Quais as diferenças entre universidades públicas e privadas?

Na hora de escolher uma universidade para estudar na Argentina, muitas dúvidas costumam surgir e, além de localização e qualidade, há uma série de diferenças relevantes entre as públicas e as privadas. A primeira característica comum a todas as universidades na Argentina é que não existe vestibular – nem nas públicas, nem nas privadas.

ENTÃO, QUAL É A DIFERENÇA ENTRE ESSES DOIS TIPOS DE UNIVERSIDADES?

Nesse artigo, vamos explicar as principais diferenças entre as universidades públicas e privadas para que você possa dar o primeiro passo para realizar o seu sonho de estudar na Argentina.

VALORES

A primeira diferença entre as universidades públicas e privadas se refere à questão financeira. As universidades públicas são totalmente gratuitas, enquanto as privadas possuem uma mensalidade que pode variar de 12.000 a 35.000 pesos argentinos. Em reais (na cotação de julho de 2021), isso seria o equivalente a cerca de R$ 600,00 a R$ 2.000,00. Ou seja, além do valores padrão com custo de vida, seria necessário acrescentar o valor da mensalidade aos seus cálculos mensais.

ESTRUTURA

As universidades privadas, assim como no Brasil, têm melhor infraestrutura, equipamentos mais modernos e laboratórios mais bem equipados. As públicas não ficam muito atrás em questão de estrutura, mas as privadas, por cobrarem um valor significativo, conseguem oferecer uma estrutura superior.

LIMITE DE VAGAS

Não existe limite de vagas nas universidades públicas e, por isso, a questão do conforto – no que diz respeito à quantidade de alunos nas salas – pode ficar comprometida. Em outras palavras, todas as pessoas que se matriculam, poderão estudar na universidade. Esse é um problema que não acontece nas universidades privadas, pois elas limitam a quantidade de vagas para manter o conforto e o nível de aprendizado dos alunos nas salas de aula.

Por isso, quem é assessorado TFA tem prioridade na hora de fazer a reserva de vagas antes mesmo da data da matrícula!

EXIGÊNCIA DO CERTIFICADO DE ESPANHOL

Todas as universidades públicas da Argentina exigem, além de toda a documentação legalizada, um certificado de espanhol de nível intermediário na data da matrícula. Sem esse certificado, a inscrição não pode ser efetivada.

Nas universidades privadas esse certificado não é exigido, pois a própria universidade oferece um curso de espanhol em seu curso de ingresso, mas a documentação legalizada é imprescindível. 

RECONHECIMENTO E EXCELÊNCIA

O maior exemplo de reconhecimento e excelência é a Universidade de Buenos Aires. A UBA é uma universidade pública, totalmente gratuita e é considerada a melhor da América Latina. Se você está em busca de nome e reconhecimento, essa universidade é uma ótima opção.

Austral também é uma universidade renomada e possui um Hospital Escola que está entre os melhores da América Latina!

Agora que você já sabe quais são as principais diferenças entre as universidades públicas e as privadas, está esperando o que para tomar a decisão que vai mudar a sua vida?

Entre em contato com um de nossos assessores agora mesmo clicando aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo